Últimos assuntos
» Quarto da Beca
31.01.15 20:42 por Rebeca Brandão

» Quarto da Flora
31.01.15 20:30 por Finn Castelo

» Quarto do Jack
29.01.15 22:52 por Rebeca Brandão

» Sala de estar
12.10.14 22:12 por Finn Castelo

» Sala de estar
15.09.14 15:43 por Jack Castelo

» Quarto do Finn
09.09.14 12:18 por Finn Castelo

» Sala de Jantar
16.08.14 17:34 por Rodrigo Rocha

» Sala de Estar
11.08.14 21:51 por Aimee Mota

» Quarto do Rodrigo
04.08.14 13:18 por Aimee Mota

Parceiros
     
Para fazeres parceria basta mandares mp a uma das Admin's com uma imagem ilustrativa ao teu fórum. 

Quarto da Flora

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 03.02.14 21:02

Relembrando a primeira mensagem :

avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 17.11.14 23:41

Não podia negar que quando Finn dizia aquelas coisas adoráveis eu ficava confusa. Confusa porque nunca sabia se podia ficar derretida ou se devia continuar na defensiva. Já tinha ouvido demasiado para acreditar que algum rapaz pudesse ser tão adorável e querido com uma rapariga, mais propriamente, comigo. No entanto, era inevitável não ficar com o coração a palpitar, como se quisesse sair pela boca. Mordi o lábio inferior, tentando parar um sorriso e revirei os olhos a mim mesma, visto que ele não conseguia ver (e ainda bem). - Devias - avisei-o. Olhei-o, vendo-o todo ensonado e decidi ficar calada, abraçando-me a ele quando me fez o mesmo. Ri-me baixinho encostando a minha cabeça à sua testa - és tão adorável quando queres - murmurei mais para o ar do que para ele, fechando os olhos para dormir de uma vez por todas, enquanto me divertia a fazer-lhe festinhas no cabelo.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 19.11.14 19:45

Eu sabia o que Flora achava das coisas que eu lhe dizia, eu sabia o quanto ela desconfiava, não propriamente de mim, mas das minhas intenções para com ela. Mas a verdade era que tudo o que lhe dizia era espontâneo e só lho dizia porque sentia necessidade. Era verdade que eu nunca tinha sido propriamente uma pessoa que partilhasse o que sentia, nem que gostasse de lidar com sentimentos, mas com ela era diferente, e era um diferente bom. Revirei ligeiramente os olhos assim que ela voltou a teimar naquele assunto de eu me assustar assim que a conhecesse, mas nem disse mais nada. Ela sabia muito bem o que eu achava sobre esse assunto, eu não me ia afastar só porque as coisas eram difíceis, aliás, eu não me ia afastar depois de ter demorado tanto tempo para conseguir estar assim com ela. Por isso mesmo, preferi manter-me calado, até porque já estava mais a dormir do que outra coisa. Aconcheguei-me contra o seu corpo, sentindo-me ficar todo mole com as suas festinhas e só me esforcei para abrir os olhos assim que a ouvi falar comigo. Esbocei um sorriso de orelha a orelha, levantando ligeiramente a cabeça e, ainda que meio a dormir, estiquei-me até lhe beijar os lábios.
- És tão linda.- suspirei, ainda a sorrir que nem um idiota, e assim que voltei a deitar a cabeça na almofada, completamente abraçado ao seu corpo, não consegui manter-me acordado durante muito mais tempo.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 19.11.14 23:31

Fechei os olhos ao receber e retribuir o seu beijinho leve e suspirei baixinho por saber que não me podia, ou melhor, não conseguia deixar-me derreter totalmente com aquelas palavras. Encostei a cabeça à dele, com um sorriso estúpido no rosto, que tentava a todo o custo tirar, mas que não conseguia. Era mais forte que eu. Suspirei, deixando-me adormecer abraçada a ele.
Só acordei com os raios de sol a baterem-me na cara, que eram o meu melhor despertador quando me esquecia de pôr o telemóvel a despertar. Espreguicei-me e arregalei os olhos quando dei com o punho em alguém. Olhei para o lado, lembrando-me que Finn tinha dormido comigo e arregalei os olhos ao perceber que lhe tinha acabado de dar um murro no queixo. Era agora que ia morrer se ele tivesse mau humor matinal.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 21.11.14 23:52

Não sei se tinha sido por passar a noite com Flora ou não, mas não me lembrava da última vez em que tinha dormido tão quentinho e confortável. Soltei um suspiro preguiçoso, não querendo despertar e remexi-me na cama, agarrando-me ainda mais ao quentinho, enquanto tentava prolongar aquele meu sono de beleza durante muito mais tempo. No que dependesse de mim, ficava naquela cama o resto do dia. Porém, e quando eu me preparava para cair novamente num sono profundo, algo duro foi contra o meu queixo, fazendo-me despertar mais cedo do que aquilo que queria. Gemi baixinho, bastante desagradado com aquilo e, ainda que não quisesse, comecei a despertar.
- E eu a pensar que depois da noite de ontem ias começar a ser mais simpática para mim.- queixei-me todo ensonado, levando a mão ao queixo enquanto abria apenas um olho, que logo voltei a fechar.- estou à espera que me acordes como deve de ser, ruivinha.- resmunguei, escondendo um leve sorriso. Eu não estava chateado, e ainda que aquela não fosse a melhor maneira de acordar, só o facto de não ter acordado no chão, por Flora se poder arrepender de me ter deixado dormir com ela, já me deixava bastante feliz.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 22.11.14 0:20

Mordi o lábio na tentativa de não me rir, mas ao ouvi-lo falar foi impossível controlar-me. Soltei uma gargalhada, ainda ensonada e virei-me para ele, tocando-lhe no queixo, onde o tinha magoado. - Desculpa, Nick. - pedi dando-lhe um beijinho no sítio - mas também não penses que podes que podes estar sempre a receber mimos, olha que ficas mal habituado - brinquei passando os dedos pelo seu cabelo despenteado. Tinha sido uma má opção te-lo deixado dormir na minha cama, ou melhor, cá em casa, é que agora não me apetecia nada sair. Comecei a dar-lhe chapadinhas sem força nas bochechas para que ele despertasse - acorda, macaco.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 22.11.14 17:25

Assim que ouvi as gargalhadas de Flora, fui obrigado a abrir os olhos, semicerrando-os enquanto a olhava. Acho que uma coisa que nunca ia mudar, por mais coisas que eu fizesse, era o quão satisfeita ela ficava por me provocar.
- Não sei se desculpo.- murmurei, fingindo-me amuado, mas assim que senti o seu beijinho no meu queixo, não consegui esconder um sorriso maroto, deixando-me ficar bastante queitinho enquanto ela falava.- os miminhos nunca são demais, ruivinha.- queixei-me, voltando a fechar os olhos com um leve suspiro, mas mal senti as suas chapadinhas na minha cara, agarrei no seu corpo de repente, colocando-a debaixo de mim da mesma forma.- a tua sorte é que eu sou uma pessoa com muita paciência, macaca.- reforcei a palavra, com um sorrisinho esperto, baixando a cara até roçar os meus lábios nos seus.- se bem que não gostei nada dessa tua forma de me acordar.- sussurrei contra os mesmos, sem a beijar e, por isso, fui descendo a boca até ao seu pescoço.- por isso, acho que és tu quem não merece miminhos.- e dito isto, com a boca bastante colada à sua pele, rocei apenas os meus lábios por lá, parando de o fazer logo de seguida, voltando a deitar-me ao seu lado como se nada fosse. Não podia ser só ela a provocar-me!!
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 22.11.14 23:36

Soltei um gritinho quando ele me agarrou de repente e arregalei os olhos, agarrada aos seus ombros por causa do susto que ele me tinha dado. No entanto, foi impossível não soltar uma gargalhada assim que me acalmei e ele me chamou de macaca, tal como eu também lhe tinha chamado. Deixei os meus lábios com um sorriso, fechando os olhos, assim que senti a sua boca perto da minha, a provocar-me.  - eu mereço, mimos, sim - murmurei. Mordi o lábio inferior depois de sentir os seus nos meus e entrelacei os dedos no seu cabelo esticando o meu pescoço por puro instinto, arrepiando-me com a sensação.
Abri os olhos, mal deixei de sentir o seu peso em cima de mim e olhei para o tecto por alguns segundos, até me sentar de repente - isso foi muito baixo, Castelo, até para ti - resmunguei, ligeiramente irritada, e destapei-me para me levantar de uma vez e ir até ao meu armário, escolher a roupa que ia vestir hoje. Estúpido.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 27.11.14 22:33

Escusado será dizer que estava a fazer um esforço enorme para me conseguir controlar e não a beijar como tanto queria. Sempre que ela estava por perto, era quase impossível controlar as minhas vontades...quer dizer, pelo menos no que dizia respeito aos beijos porque de resto, bem que tinha de acalmar as hormonas. De qualquer das formas, e só porque queria mesmo provocá-la, desci rapidamente a minha boca até ao seu pescoço, roçando-a apenas ao de leve pelo mesmo.
- Será que mereces?- mordisquei a sua pele, sorrindo logo de seguida contra a mesma.- não quero que fiques mal habituada, florzinha.- brinquei, sabendo perfeitamente que ela ia ter vontade de me matar depois daquilo, mas nem foi preciso esperar muito para ver a sua reacção porque logo depois de me ter afastado, Flora levantou-se de um pulo, fazendo-me soltar uma gargalhada com a sua expressão chateada. Abanei a cabeça, levantando-me calmamente da cama e andei da mesma forma até ela, abraçando-lhe a cintura mal me aproximei o suficiente, colando a minha boca à sua orelha.- não podes ser só tu a provocar-me.- queixei-me, apesar de estar a sorrir, começando a tentar virá-la para mim.- mas tu sabes que eu não te resisto, ruivinha.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 28.11.14 22:42

Revirei os olhos quando senti de novo as mãos dele na minha cintura e tive que tentar parar de pensar no seu toque para não me render aos seus encantos. Fechei os olhos, mordendo o lábio inferior com força para me aguentar enquanto me falava ao ouvido. - Finn... - chamei baixinho e virei-me para ele quando o tentou fazer, subindo o olhar para si - tu tem cuidado com os meus pés - avisei-o tocando-lhe nos lábios. Respirei fundo, abanando-me devagarinho com a roupa que tinha ma mão e afastei-me, se ele agora queria beijinhos ou outra coisa que esperasse sentado que agora quem ia sofrer era ele. - Vou tomar banho - dirigi-lhe um sorriso cínico para gozar com ele e peguei nas toalhas.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 30.11.14 23:26

Não era preciso ser-se muito inteligente para saber que eu agora não ia ter sorte nenhuma, bastava conhecê-la. Aliás, foi por isso mesmo que não fiquei muito surpreendido com a sua resposta, apesar de o seu corpo reagir de forma totalmente diferente ao meu toque. Sorri contra a sua pele, aproveitando para lhe dar um beijinho no pescoço antes de ela se virar para mim e, assim que o fez, dirigi-lhe um sorrisinho inocente, como se não tivesse feito nada de mal.
- Com os teus pés? - fingi-me desentendido, tentando controlar a minha vontade de a beijar.- mas eu não te pisei.- tentei manter-me sério, apesar de me querer rir e assim que a ouvi dizer que ia tomar banho, juntei as sobrancelhas, começando logo a abanar a cabeça.- não vais não.- disse e antes que ela tivesse tempo de fugir, já eu a estava a agarrar, puxando-a até a conseguir deitar na cama, com o meu corpo por cima do seu.- não até me dares um beijo.- sorri maroto, fazendo força com os braços para que ela não tivesse de suportar o meu peso.- eu portei-me bem durante a noite.- assenti às minhas próprias palavras, começando a aproximar os meus lábios dos seus.- mereço uma recompensa.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 01.12.14 21:42

Aquele sorriso inocente que ele me fazia dava-me vontade de lhe dar porrada. Era tão irritante!! Agarrei no seu pescoço com as duas mãos, sem força e semicerrei-lhe os olhos enquanto ele se fazia de desentendido. Se ele me fizesse passar ia sentir dor, e aí já não ia perguntar o porquê de ter que ter cuidado com os meus pés. Arregalei os olhos depois de me afastar e não conseguir andar por causa dele me estar a puxar pela cintura - Finn - avisei-o num gritinho quando me senti cair, felizmente, na cama. Não consegui evitar soltar uma gargalhada, mas quando o voltei a olhar dei-lhe chapadinhas no peito, mas acabei por parar, observando os seus lábios a aproximarem-se dos meus e já nem consegui ouvir mais nada do que ele dizia. Levantei uma mão até tocar no seu maxilar e não foi preciso esperar muito tempo até conseguir beija-lo.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 06.12.14 22:50

Eu sabia perfeitamente que a irritava, aliás, bastava olhar para a sua cara sempre que eu fazia certas expressões, mas era mais forte do que eu. Tinha de admitir que ela ficava extremamente sexy quando se irritava. Quer dizer, quando se irritava de uma forma saudável, não como quando se tinha irritado ao ver-me com aquelas raparigas na praia, no início deste maravilhoso dia. Soltei uma gargalhada ao ouvir o seu grito, não deixando porém que isso me detesse e fiz força nos meus braços, depois de me ter colocado em cima dela, para que não tivesse de suportar o meu peso. Como é que era possível ela parecer-me mais bonita a cada minuto que passava? Ou melhor, como é que era possível eu ter chegado ao ponto de me sentir assim em relação a uma rapariga? Eu estava mesmo mal, e tudo por causa dela que não era, de todo, uma rapariga qualquer. Se eu nunca tinha percebido como é que alguns rapazes se conseguiam prender a uma só pessoa, acho que começava a perceber agora, ali, com ela. Sorri com os meus próprios pensamentos, sem nunca desviar o meu olhar do seu rosto e assim que os seus olhos ficaram mais próximos dos meus, eu só tive tempo de pousar a minha mão na sua bochecha e puxá-la o mais para mim que consegui, enquanto correspondia ao seu beijo.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 07.12.14 0:37

Afastei as minhas mãos do seu cabelo, ou pelo menos, tentei porque sabia que se lhe tocasse não ia conseguir parar e eu começava a ficar mesmo muito atrasada, já nem tempo para tomar um banho como deve de ser tinha se queria chegar a hora - Finn - chamei baixinho contra os seus lábios e forcei os meus olhos a abrirem - eu tenho que ir trabalhar - continuei no mesmo tom - e tu tens que ir a casa e fingir que dormiste lá ou ainda pensam coisas que não devem - revirei os olhos e fiz força com as pernas para me virar na cama e deixa-lo debaixo de mim - o tempo da recompensa da tua aposta está a acabar - sorri marota, saltando para o chão.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 18.12.14 23:08

Eu não sabia ao certo o que é que ela tinha, mas havia qualquer coisa em Flora que me fazia querer beijá-la sem parar. Por exemplo, naquele preciso momento, se ela não se tivesse começado a afastar, eu não iria ser capaz de o fazer. Ela era demasiado viciante, melhor, era a primeira vez que eu me sentia tão viciado em alguém. Suspirei baixinho contra os seus lábios, bastante desagradado por saber o que ela ia dizer e, quando finalmente falou, eu acabei mesmo por lhe revirar os olhos.
- Quando é que vais deixar de ser tão desmancha prazeres, ruivinha? - queixei-me, sem lhe largar a cintura.- e eu não tenho que ir para casa, aliás, os meus pais ainda nem devem ter dado pela minha falta.- encolhi os ombros, deixando que Flora fosse para cima de mim e assim que percebi que se ia afastar, fiz uma cara de sofrimento, roubando-lhe um beijo antes que se afastasse.- já que tens mesmo de ir.- resmunguei.- deixas-me ao menos levar-te ao trabalho?
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 21.12.14 2:11

Revirei os olhos quando fez o mesmo. - Eu não sou desmacha prazeres, Nick. Tenho uma casa para sustentar e não posso perder o meu único emprego - saltei para o chão, não sem antes corresponder ao beijo para o qual me puxou. Olhei para trás, agarrando de novo na minha roupa para troca-la e ir arranjar-me. Semicerrei-lhe os olhos, sem saber muito bem se havia de aceitar ou não - está bem... - aceitei ainda meio reticente - mas vê lá o que é que começam a dizer sobre mim - continuei virando costas e indo para a casa de banho de uma vez por todas. Despi o pijama, vestindo a roupa que tinha escolhido para hoje e ajeitei o meu cabelo, demorando muito menos tempo do que no dia anterior, já que só ia trabalhar e não precisava de estar muito bem para servir clientes chatos. Saí da casa de banho enquanto fazia a minha habitual trança e peguei nas minhas coisas. - Vamos, eu pago-te o pequeno almoço na pastelaria.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 23.12.14 0:39

- Eu sei.- apressei-me a dizer, assim que Flora começou a resmungar por lhe ter chamado de desmancha-prazeres. Por muita vontade que eu estivesse de estar com ela, por muita vontade que tivesse de prolongar aquele nosso encontro, eu também sabia que ela precisava de ir trabalhar. Para além de ser uma das raparigas mais bonitas que já tinha conhecido, uma outra qualidade da qual eu tanto gostava era o facto de Flora ser tão independente. Eu também me considerava independente, tanto eu como o meu irmão tínhamos conseguido grande parte do nosso sucesso graças ao nosso esforço e dedicação, mas era diferente..Flora trabalhava todos os dias para se conseguir sustentar, para conseguir sustentar a sua casa..eu admirava-a por isso. Por isso mesmo, deixei que se levantasse, ficando sentado na cama enquanto a via agarrar na sua roupa e esbocei um sorriso satisfeito assim que concordou em que a levasse ao trabalho. Porém, o sorriso rapidamente se desvaneceu para dar lugar a uma careta, tendo em conta o que disse logo de seguida.- o que é haveriam de dizer sobre ti? - perguntei, mas não tive tempo de receber resposta, pois Flora já estava a entrar na casa de banho. Abanei ligeiramente a cabeça, passando uma das mãos pelo cabelo e aproveitei o tempo em que Flora esteve na casa de banho para me vestir. Enfiei as calças, vestindo logo de seguida a minha camisola e estava a dar um jeito ao cabelo, quando Flora voltou.- e eu a pensar que ia ter de esperar uma hora.- brinquei, referindo-me à noite de ontem e apesar de saber que ela estava apressada, aproximei-me dela para lhe conseguir dar um beijinho.- estás muito cheirosa ruivinha.- comentei, semicerrando os olhos logo de seguida.- espero que não seja para os clientes.- resmunguei, mas rapidamente esbocei um sorriso guloso, com o que ela me prometeu.- sendo assim vamos embora, não quero que chegues atrasada por minha causa.- gargalhei e sem esperar mais, agarrei nela ao colo, saindo do seu quarto para descer as escadas de sua casa.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 23.12.14 17:11

Semicerrei os olhos fingindo um riso engraçado e estiquei a mão até lhe dar uma chapadinha sem força na bochecha - eu não vou ter um encontro com ninguém para estar com tanta mariquice - reclamei por me estar a gozar. Acabei por deixar que ele me desse um beijinho, ou ele ainda fazia das suas e sorri, toda convencida - eu sei - virei-me de costas para ele, indo buscar a minha mala e o resto das minhas coisas - é para patrão - disse sem qualquer tom de brincadeira e virei-me para ele enquanto andava de costas para lhe dizer qualquer coisa mas, ele fez a sua brincadeira de sempre e agarrou-me sem sequer me avisar. Arregalei os olhos, agarrando-me bem a ele e ri-me baixinho - Olha os vizinhos, Finnick Castelo. - avisei-o. Não resmunguei como resmungava e, quando chegámos perto do seu carro, saltei para o chão dando-lhe um beijinho na bochecha - é bom que sejas rápido a conduzir, eles vão matar-me e a culpa é tua.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 27.12.14 23:01

Fechei ligeiramente os olhos ao sentir a sua chapadinha e acabei por soltar uma gargalhada, abraçando a sua cintura para que não se conseguisse afastar de mim.
- Pois não vais.- apressei-me logo a dizer, mostrando cara de mau.- porque tu só tens encontros comigo e eu também não vou ter nenhum encontro.- acrescentei, mudando logo de seguida a minha expressão para uma mais convencida. Apesar de tudo isto ser muito estranho para mim, não havia como negar. Eu sentia-me extremamente bem perto dela, sentia-me quase como..um rapaz um bocadinho diferente. Não menos macho, obviamente!!! Mas sentia-me diferente, porque ela também era diferente. Acabei por lhe largar a cintura, para que fosse acabar de se arranjar e a minha expressão voltou a mudar assim que ela falou no patrão.- eu espero que isso seja só por causa do trabalho.- resmunguei baixinho, acabando por não mexer mais naquele assunto. Já tinha dado para perceber que o meu temperamento era bastante instável no que tocava a Flora e outros rapazes. Ajeitei-a sobre o meu ombro, depois de ter pegado nela ao colo e desci as escadas de sua casa, fechando a porta da mesma depois de ter saído.- o que é que têm os vizinhos? - perguntei com uma pequena careta, acabando por sorrir com o seu tom resmungão.- eles têm é que se habituar a ver-me por cá.- disse, muito seguro de mim próprio e deixei que descesse para o chão mal chegámos perto do meu carro. Estiquei a bochecha para sentir o seu beijinho e antes que ela tivesse tempo de se afastar, depositei-lhe um beijo na bochecha, abrindo a porta para que entrasse.- não te preocupes, eu sou extremamente eficiente em tudo o que faço.- pisquei-lhe o olho, com um ar maroto e depois de ela ter entrado, fechei a porta, dando a volta ao carro para fazer o mesmo.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 29.12.14 0:43

Mordi o meu lábio inferior depois de ter dito que era por causa do meu patrão e só não disse mais nada para o gozar porque tinha medo que ele se chateasse. Como ele também não disse mais nada, eu fiquei calada.
-Mas eles não têm que ouvir os gritos que tu me obrigas a dar -disse esperneando, arregalando os olhos quando percebi que o que tinha dito não tinha sido de todo inocente, quer dizer, tinha sido inocente, mas a outra interpretação não era muito própria para as crianças perceberem. Sorri quando ele me deu um beijinho depois de me pôr no chão e entrei dentro do carro - não sejas convencido Nick - reclamei com ele empurrando-o devagar para não causar acidentes. Coloquei o cinto depois dele ter fechado a minha porta e recostei-me na cadeira com um meio suspiro. A minha vontade de trabalhar era nula.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 05.01.15 23:04

Vocês sabem que a minha mente é..como é que eu de dizer, bastante imaginativa, sim, isso, não sabem? Por isso, não era de espantar que, depois do que Flora dissera, um sorriso bastante maroto aparecesse no meu rosto. Eu não fazia de propósito, juro que não (!!!), mas era um bocado impossível ficar indiferente a um comentário como aquele.
- Não te preocupes.- comecei, sempre com o mesmo sorriso no rosto.- eu prometo que quando isso acontecer, eles não vão ouvir nada.- continuei, não conseguindo conter uma gargalhada mais tarada.- só precisamos de ser cuidadosos.- pisquei-lhe o olho, apressando-me a fechar a porta, para não me arriscar a levar um estalo, ou algo do género, e já estava dentro do carro quando senti o seu empurrão.- tu já só dizes isso para me contrariar.- olhei-a pelo canto do olho, mas apenas por uns segundos, para não termos nenhum acidente.- porque tu sabes que eu tenho razão.- encolhi os ombros, mantendo os meus olhos na estrada e ao ouvir o seu suspiro, estiquei uma das minhas mãos na sua direcção, pousando-a inocentemente (e estou mesmo a falar a sério!!!!!) sobre a sua perna.- ainda estamos a tempo de voltar para trás.- brinquei, sabendo que ela não o ia fazer.- basta dizeres-me e voltamos para tua casa.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 10.01.15 18:58

Revirei exageradamente os olhos porque não pôde dizer nada sobre aquele comentário por ele ter fechado a porta. - És tão estúpido Finn - resmunguei para mim, observando-o a dar a volta e a entrar no carro. Cruzei os braços ao peito, abanando a cabeça - não tens razão, és convencido e isso não te fica nada bem. - continuei a teimar, olhando-o de lado, apesar de estar a brincar. Permiti-me descontrair um pouco, encostando a cabeça à cadeira do seu carro e ao sentir a sua mão na minha perna, pousei a minha sobre a dele, desviando o olhar na sua direção - quem me dera que desse para ser assim - queixei-me. O meu trabalho era mais complicado do que parecia. Tendo em conta o meu temperamento irritável, detestava certos comentários de clientes e não podia responder-lhes ou ainda era despedida. - Acelera antes que fique ainda mais atrasada - dei-lhe uma chapadinha na mão e endireitei-me.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 11.01.15 18:58

Apesar de ambos o negarmos, tínhamos mais coisas em comum do que o que pensávamos. E uma delas era a teimosia..eu podia ser bastante teimoso, e tinha a perfeita noção de o ser, mas Flora não me ficava nada atrás. Aliás, foi ter a perfeita noção disso, e por saber que se continuasse a teimar ela também o ia fazer, que não respondi mais à sua provocação, limitando-me a olhá-la durante breves segundos com os olhos semicerrados. Voltei a concentrar o meu olhar na estrada, sendo a minha vez de suspirar quando vi o café ao longe, e só quando senti a mão de Flora pousar sobre a minha, o que tenho de admitir, me surpreendeu, é que a voltei a olhar pelo canto do olho, esboçando um pequeno sorriso com o que disse.
- Podias sempre inventar que não te estavas a sentir bem, é o que eu costumo dizer aos professores.- disse, com um ar traquina, atrevendo-me a entrelaçar os meus dedos nos seus.- ou então dizer que finalmente encontraste o amor da tua vida e que queres passar o máximo de tempo com ele.- pisquei-lhe o olho, acabando mesmo por soltar uma leve gargalhada, e antes que ela tivesse tempo de me responder, já eu estava a falar.- mas pronto, como sei que não queres admitir, pelo menos para já.- sorri maroto.- posso vir buscar-te para jantarmos os dois? - perguntei, ao mesmo tempo que parava o carro e não saí para lhe ir abrir a porta, ficando a olhá-la à espera da sua resposta.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 16.01.15 22:38

Fitei a minha mão em cima da dele, dando festinhas distraídas pelos seus dedos. - Sim, e não recebo o dia - ri-me desviando o olhar para Finn - quem me dera ainda estudar - sorri apertando-lhe a mão vendo a pastelaria já ao nosso lado. Soltei uma gargalhada com o que ele disse, mal me dando oportunidade para o que quer que fosse, mas eu aproveitei logo para o picar também - então porque é que estou aqui contigo? - perguntei esticando-me até lhe dar um último beijinho nos lábios, já que não esperava beija-lo lá dentro. Mordisquei o interior da bochecha, ficando a olha-lo durante uns segundos longos e encolhi os ombros - sim, podes - sorri levemente - mas sempre vais entrar agora?
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Finn Castelo em 18.01.15 0:30

Era bom ver como, quando queria, conseguia fazer as coisas como deve de ser. E melhor ainda era estar assim com Flora, bem, sem discussões. Sorri ao sentir as suas festinhas pelos meus dedos, deixando-os entrelaçados nos seus e só quando a ouvi dizer que ainda gostava de estar a estudar é que a olhei, fazendo uma careta logo de seguida.
- Oh sim, eu também queria mesmo estar a estudar ainda.- ironizei, torcendo o nariz logo de seguida.- trabalhar pode ser muito chato, mas aturar a minha professora de anatomia é ainda pior, acredita.- assenti, muito convicto do que dizia.- ainda para mais quando ela passa o tempo a confundir-me com o meu irmão e a atirar-se a mim em vez dele.- abanei a cabeça, fazendo outra careta ao pensar na mulher.- e apesar de eu não perceber como é que ela o prefere a ele, fico bastante agradecido por isso, a mulher é horrível.- encolhi os ombros, já meio perdido nos meus pensamentos e só não continuei porque Flora falou, fazendo-me olhá-la com os olhos bastante semicerrados. Eu sabia que ela só estava a dizer aquilo para me picar, but still!!! Revirei ligeiramente os olhos, não deixando, porém, de corresponder ao seu beijo e só não resmunguei porque ela respondeu à pergunta que lhe tinha feito, deixando que a viesse buscar.- vou.- falei depois, respondendo à sua pergunta.- preciso de comer alguma coisa ou ainda morro a meio da aula.- dramatizei, roubando-lhe um outro beijinho e só porque não queria mesmo que ela arranjasse problemas com o patrão, saí do carro para lhe ir abrir a porta.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Flora Vasconcelos em 28.01.15 22:36

Levantei as sobrancelhas enquanto ele se passava a falar das aulas de anatomia, ou melhor, da professora de anatomia e não consegui deixar passar nada ao lado - vocês são iguais - resmunguei com um revirar de olhos e cruzei os braços ao peito - ela nem se deve interessar em encontrar diferenças, atira-se aos dois de forma igual - apostei. Depois dele sair do carro, eu estiquei-me até à minha mala e quando voltei a endireitar-me já a porta estava aberta. Sorri virando-me para Finn e estiquei-me até lhe dar um beijo nos lábios, que durou pouco apenas porque me lembrei que andava sempre alguém atrás dele e não queria ser muito vista. Saltei para o chão agarrando nas minhas costas e comecei a andar na direção da pastelaria, olhando para as horas - quando eu disser que estou atrasada por tua causa, a tua reputação está manchada - gozei esticando uma mão e entrei na pastelaria onde já estavam dois clientes.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Flora

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum