Últimos assuntos
» Quarto da Beca
31.01.15 20:42 por Rebeca Brandão

» Quarto da Flora
31.01.15 20:30 por Finn Castelo

» Quarto do Jack
29.01.15 22:52 por Rebeca Brandão

» Sala de estar
12.10.14 22:12 por Finn Castelo

» Sala de estar
15.09.14 15:43 por Jack Castelo

» Quarto do Finn
09.09.14 12:18 por Finn Castelo

» Sala de Jantar
16.08.14 17:34 por Rodrigo Rocha

» Sala de Estar
11.08.14 21:51 por Aimee Mota

» Quarto do Rodrigo
04.08.14 13:18 por Aimee Mota

Parceiros
     
Para fazeres parceria basta mandares mp a uma das Admin's com uma imagem ilustrativa ao teu fórum. 

Quarto do Finn

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto do Finn

Mensagem por Jack Castelo em 02.02.14 23:12

Relembrando a primeira mensagem :

avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 15.08.14 23:14

- Eu sou uma verdadeira caixinha de surpresas ruivinha, pensei que já tinhas percebido isso.- respondi-lhe com um sorriso todo presunçoso, não deixando que a sua provocação me afectasse. Visto que a única coisa que nós sabíamos fazer era provocar-nos mutuamente, chegava a um certo ponto em que já nem ligávamos ao que era dito. Quer dizer, se fosse para receber um beijo como aquele que ela me tinha dado, eu até nem me importava de me fingir afectado. Sorri maroto contra os seus lábios, logo depois de corresponder ao seu beijo e deixei-me ficar colado a ela o mais que consegui. Quem diria que este dia iria acabar assim, com Flora nos meus braços e a beijar-me de livre e espontânea vontade. Sim, isto era a última coisa que eu esperava que acontecesse, pelo menos tendo em conta a sua reacção aos meus beijos anteriormente. Eu sabia que isto era complicado para ela, que ela era complicada (segundo as suas palavras), mas isto também era tudo novo para mim e ainda assim, eu tinha uma vontade incontrolável de a beijar. Por isso mesmo, fosse o que fosse que eu tivesse feito para ela estar assim, só esperava continuar a fazer. A última coisa que queria era estragar algo tão bom como o que estávamos a ter agora. Levantei ligeiramente as sobrancelhas face ao que disse e face ao sorriso que fez e não houve como não a imitar.- não digas isso muitas vezes flor, ou eu sou bem capaz de remodelar a minha consequência.- pisquei-lhe o olho, puxando-a pela cintura ainda mais para mim, se é que isso era possível e deixei-me ficar muito caladinho enquanto a ouvia falar, assentindo prontamente quando a voltei a ouvir dizer que era complicada.- não te preocupes, as minhas habilidades melhoram dia após dia.- brinquei, esticando-me até lhe depositar um beijinho na testa. Eu não sabia se ela dizia este tipo de coisas para me assustar ou não, mas eu não ia desistir dela. Acho que nunca tinha estado tão seguro de uma coisa em toda a minha vida.
Soltei um suspiro quando ela se afastou de mim, apesar de saber que não podíamos ficar naquele quarto para sempre, o que não era de todo uma má ideia, e esperei que pegasse nas suas coisas para depois sair ao seu lado do meu quarto. Verifiquei se tinha o telemóvel no bolso, bem como a carteira, para o caso de ser preciso alguma coisa e soltei uma gargalhada bastante audível mal ouvi o que disse sobre a minha mãe.- não precisas de ficar assim, ela sabe que contigo as coisas são diferentes.- assenti, muito orgulhoso de mim mesmo e agarrei-lhe no saco onde ela tinha a sua outra roupa, descendo as escadas.
- Wow! - e assim que ouvi esta voz nem foi preciso olhar para saber que era Emmy. Levantei o olhar para ela, depois de ter descido o último degrau e vi que o seu olhar estava posto em Flora.
- Oh, obrigado maninha, eu sei que estou jeitoso.- gozei-a, vendo-a olhar-me logo de seguida com uma expressão totalmente diferente e foi a minha vez de me afastar de Flora para ir dar um beijinho à minha irmã.
- Estás horrível.- ela provocou-me, com um sorrisinho igual ao meu e de Jack. Semicerrei-lhe os olhos, fingindo-me ofendido e, como sabia que ela detestava que o fizessem, despenteei-a.- Finn!
- Esta é a pirralha da minha irmã.- olhei Flora por cima do ombro com um sorriso.- se gostas de crianças, vais deixar de o fazer depois de a conheceres.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Flora Vasconcelos em 16.08.14 1:59

Consegui ouvir o seu suspiro depois de me ter afastado e suspirei também olhando-o com um sorriso gozão. Era impossível, eu não conseguia não o provocar, até com estas mínimas coisas. Porém, não disse nada para o chatear. Em vez disso, semicerrei os olhos face ao que disse sobre a sua mãe, pensando que ia dizer outras coisas, quando começou a frase, mas acabando por sorrir. - Isso não impede que ela esteja a pensar coisas menos próprias - ri-me e estava a agarrar-me ao seu braço assim que ouvi outra voz mais fininha e acriançada do que a voz da sua mãe. Desviei o olhar para onde Finn também olhava e sorri ao ver uma rapariga um bocadinho mais nova que nós. Ri-me do que Finn disse, começando logo a gozar com ela e tive que me separar dele para que fosse cumprimentar a sua irmã. Não tive como evitar uma gargalhada assim que ela o provocou, dizendo que estava horrível - eu já o avisei, mas ele não quer crer - encolhi os ombros com um sorriso parecido ao dela e aproximei-me um pouco, deixando que eles se irritassem mutuamente, era nestas situações em que tinha pena de não ter irmãos. - Não sejas parvo Nick, já está visto que nos vamos dar muito bem- disse, continuando com o meu sorriso malandro, rindo-me de seguida e fui dar um beijinho à rapariga - Sou a Flora - apresentei-me.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 19.08.14 23:23

Um conselho para todos os rapazes à face da Terra? Não apresentem a vossa pseudo namorada à vossa irmã mais nova, e porquê? Porque o mais certo é elas se juntarem para gozarem com vocês. Sim, porque foi exactamente isso que aconteceu mal Flora ouviu Emmy dizer-me que estava horrível. Desviei o olhar para ela, dirigindo-lhe um revirar de olhos bastante exagerado, que rapidamente se transformou num olhar arregalado assim que percebi que ela me ia chamar de Nick.
- Não faças isso.- disse de imediato, tentando detê-la com a minha mão na sua boca, mas já não fui a tempo, porque assim que a minha irmã se riu, percebi que tinha ouvido.
- Nick? - repetiu ainda a rir-se.- isso é muito melhor do que Finny, como é que eu nunca me lembrei disso?
- Muito obrigadinha Flor.- resmunguei, sabendo perfeitamente que Flora também ia aproveitar para gozar. Se havia uma coisa na qual elas eram parecidas, para além de serem ambas bonitas, era no facto de adorarem gozar comigo.- não abuses Emilia.- voltei a virar-me para a minha irmã, sabendo perfeitamente que ela odiava quando eu a chamava assim. Sim, eu também sabia picar, ela saía a nós. Emmy revirou-me os olhos, não me dando resposta e aproximou-se depois de Flora para a cumprimentar.
- Sou a Emmy.- disse, olhando-a com um sorriso que rapidamente desapareceu.- como é que consegues ser tão bonita? - perguntou com um suspiro. Yup, a minha irmã estava a passar pela fase das inseguranças e das camadas exageradas de maquilhagem, acho que fazia parte da idade. Abanei a cabeça, voltando a revirar os olhos, mas de uma forma mais suave, e olhei para Flora.
- Vê se consegues meter-lhe algum juízo na cabeça, porque eu já desisti.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Flora Vasconcelos em 20.08.14 17:54

Soltei uma gargalhada junto à mão de Finn, que me tentou calar mal o chamei de Nick, e percebi que tinha dado mais um nome para a sua irmã o gozar. Mordi o lábio inferior fazendo olhinhos de cachorrinho abandonado para ele não ficar chateado comigo e agarrei-me ao seu braço. - Finny é querido - estiquei uma mão para fazer uma gentinha na bochecha de Finn que estava todo irritadiço por minha causa e por causa da sua irmã. Não resmunguei quando ele me chamou de Flor, por saber que só me queria irritar e dei-lhe um beijinho na bochecha - desculpa Finny - ri-me. Afastei-me de Finn quando percebi que a sua irmã me ia cumprimentar e aproximei-me também dela - sou a Flora - apresentei-me também mas ela nem deve ter ouvido porque logo me perguntou como e que eu conseguia ser tão bonita. Levantei as sobrancelhas face a essa pergunta e estive uns segundos sem saber o que lhe responder até ouvir Finn pedir-me para lhe meter juízo na cabeça. Emily parecia tão triste que eu não hesitei em lhe dar uma destina na bochecha, levantando-lhe o queixo para que ela me olhasse - tu és linda, Emily. Tudo o que tens que ter é confiança. - encolhi os ombros com um sorriso - finge que a tens, confiança é uma das coisas que se fingires muito e bem ela acaba por aparecer - parecia falso e estúpido, mas resultava. Não havia ninguém que nunca se tenha sentido sem confiança.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 21.08.14 23:46

O que eu precisava naquele momento era que Jack ali estivesse para sermos dois contra duas, mas o mais deprimente de tudo isso era que eu tinha quase a certeza de que se ele estivesse mesmo ali, o mais provável era juntar-se a elas para me gozar. O mais provável era eu fazer o mesmo se fosse ao contrário, por isso, não o podia julgar. Baixei o olhar para Flora mal se abraçou ao meu braço, quase como um pedido de desculpas e revirei-lhe os olhos de forma muito exagerada sem, contudo, a afastar. Aquilo era tudo fita, porque era mais do que óbvio que eu não estava chateado.
- Sempre é melhor do que Nick.- resmunguei quando disse que Finny era querido. Acabei por sorrir face ao seu beijinho e só não virei a cara para a beijar porque a minha irmãzinha estava ali e o mais provável era Flora não deixar que isso acontecesse. Por isso mesmo mantive-me um bocadinho mais afastado até a ouvir falar com Emmy, dizendo-lhe que era linda. Eu estava farta de lhe dizer o mesmo mas, por alguma razão, ela nunca me dava ouvidos. Ela era minha irmã, como é que podia não ser linda? Sorri com os meus próprios pensamentos enquanto me aproximava de Flora e abracei-lhe a cintura por trás, encostando o meu queixo à sua cabeça enquanto a ouvia. Ela era rapariga, eu sabia que ela ia saber o que dizer. Emmy ficou a olhá-la com a sua expressão meio desanimada, ficando um pouco confusa assim que Flora disse que era tudo uma questão de confiança.
- Então não é preciso maquilhagem?
- Emmy..- foi a minha vez de falar.- tu és linda e não precisas de nada dessas coisas.- disse.- olha para a Flora, achas que ela precisa de maquilhagem para ser bonita? - a minha irmã negou com a cabeça.- vocês são lindas de qualquer forma.- sorri, acabando por puxar a minha irmã mais para ao pé de nós.- tu és linda de qualquer forma.- debrucei-me, sem me afastar de Flora, até lhe beijar a testa.- saíste ao gémeo mais bonito, lembraste? - e aí sim, a minha irmã riu-se.
- Vou contar ao Jack.- respondeu-me com o seu ar traquina, olhando depois para Flora antes de se abraçar a ela.- tens de aceitar namorar com o meu irmão.- ela disse, fazendo-me arregalar ligeiramente os olhos.- és a rapariga mais bonita com quem ele já esteve e eu quero ser tua amiga. - ela levantou depois a cabeça para me olhar.- e ele gosta de ti a sério.- assentiu.- não pára de falar em ti.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Flora Vasconcelos em 22.08.14 21:33

Juntei as sobrancelhas, não conseguia perceber aquelas suas inseguranças, ela era linda. Quer dizer, eu também era assim quando tinha a sua idade, mas eu tinha razões para isso, e muitas. - Claro que não - respondi quando ela me perguntou se não era preciso maquilhagem. A culpa disto tudo era da televisão, das revistas e das top models que eram todas magras e usavam todas maquilhagens excessivas. Calei-me quando Finn começou a falar e encostei as minhas costas ao seu peito suspirando. Aquilo era mais confortável do que parecia. Sorri instintivamente passando os dedos pelas suas mãos e só me ri quando falou de mim. - Acredita, quando era da tua idade, tinha aparelho, borbulhas e usava óculos. Se o teu irmão me visse na rua, mudava logo de caminho - avisei, num tom de brincadeira para ver se a animava. Assim que ele fez o comentário do gémeo-mais-giro ia dizer algo para o chatear, mas perdi as palavras a meio quando Em me abraçou e disse que tinha que namorar com o irmão. Abracei-a de volta e dei-lhe um beijinho na testa de olhos arregalados - eu não preciso de namorar o teu irmão para ser tua amiga, Em - sorri-lhe, mordendo o lábio quando ela continuou, desviando o olhar para Finn gozando com ele com um sorriso maroto, apesar de ter gostado da sua informação, claro. - Eu e ele temos um encontro hoje, reza para que corra tudo bem - pisquei-lhe o olho, afastando-me dela e agarrando na mão de Finn.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 23.08.14 15:31

Uma coisa boa de se ser rapaz era que não nos deixávamos levar pelas tendências e mesmo quando éramos mais novos, a aparência era a última coisa com a qual nos preocupávamos, só queríamos saber de jogar futebol e conhecer raparigas. Mas com as raparigas era diferente, aliás, bastava olhar para a minha irmã para nos apercebermos disso mesmo. Ela era linda, mas pelos vistos ela era a única que ainda não se tinha apercebido disso. Mantive Flora bem encostadinha a mim, sorrindo por não se ter afastado, e não consegui não soltar uma leve gargalhada assim que a ouvi contar como era quando era mais nova.
- Tenho mesmo um bom timing.- brinquei, soltando uma leve gargalhada, mas não cheguei a dizer mais nada, não fosse ela chatear-se.
- Eu aposto que ele ia gostar de ti na mesma.- a minha irmã contrariou.- eu nunca o vi assim.
- Emmy.- resmunguei para que se calasse. Eu não percebia o que é que ela e Jack queriam dizer com aquelas palavras, mas eu estava normal! Um bocadinho mais apanhado do que o habitual, mas não era caso para andarem sempre a mandar aquelas bocas. Eu gostava dela e de estar com ela, mas não era assim tão óbvio..pois não? Despertei dos meus pensamentos quando as vi abraçadas, largando a cintura de Flora para que o pudessem fazer mais à vontade e fiquei apenas a olhá-las, levantando ambas as sobrancelhas face à resposta de Flora.- é claro que precisas de namorar comigo.- respondi de imediato, num tom todo confiante.- aliás, toda a gente sabe que estás mortinha para que isso aconteça ruivinha.- provoquei, ouvindo os risinhos abafados da minha irmã. Ri-me também, entrelaçando os meus dedos nos de Flora assim que me deu a mão e semicerrei-lhe os olhos com o que disse sobre o nosso encontro.- vai ser o segundo melhor encontro da tua vida.- mexi as sobrancelhas de forma frenética e aproximei-me depois de Emmy para lhe beijar a testa.- porta-te bem pirralha, não chateies a mãe.- ela revirou-me os olhos, dando outro beijinho a Flora.
- E tu não faças porcaria.- avisou-me, tal e qual Jack e eu assenti com um sorrisinho, olhando por fim para Flora.
- Vamos?
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Flora Vasconcelos em 23.08.14 16:57

Mordi o lábio, começando a perceber que talvez ele estivesse mesmo interessado em mim da maneira que dizia. Talvez. Despertei dos meus pensamentos absurdos quando ouvi Finn dizer que precisava mesmo de namorar com ele e arregalei os olhos virando-me para ele de sobrancelhas levantadas soltando uma gargalhada quando ele contou dizendo que estava mortinha para que isso acontecesse - Quando eu falei da confiança, estava a falar para a tua irmã, não estava a falar para ti... Nick. - disse-lhe como quem queria dizer que ele estava com confiança a mais. Depois de lhe dar a mão, olhei para a mesma, depois dele entrelaçado os nossos deles e puxei-lhe o braço com um sorriso maroto. - a mim parece-me que eu vou-te fazer a vida no inferno - disse. - Até amanhã Em, se precisares de alguma coisa, chateia o teu irmão para te levar a minha casa. - sorri dando-lhe um beijinho na bochecha ouvindo-a dizer a Finn para não fazer porcaria. Sorri toda marota e assenti positivamente - Vamos.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 26.08.14 0:16

Eu estava a chegar a um ponto em que já não me preocupava minimamente em dizer aquilo que me vinha à cabeça, tal como tinha acontecido assim que dissera que Flora tinha e ia namorar comigo. Afinal de contas, se eu não queria ter algo banal com ela, o que é que sobrava? De qualquer das formas, o que interessava agora era conhecermo-nos e, principalmente, Flora conhecer-me até perceber que eu não era tão mau quanto ela dizia ser. Baixei o olhar para ela assim que a ouvi dizer-me que o que ela tinha falado sobre a confiança era para a minha irmã e não para mim e, como não podia deixar de ser, mostrei-lhe um sorriso todo maroto.
- Eu estou a ensinar à minha irmã como é que se faz.- brinquei, não contendo uma gargalhada. Eu sentia-me bem quando estava com ela, eu não sabia explicar, mas as nossas picardias deixavam-me mais contente do que o que era suposto. Deixei-me estar encostado a ela, enquanto ouvia a minha irmã rir-se das nossas figuras.- não te preocupes, eu já te disse que aguento tudo.- encolhi os ombros, respondendo-lhe à última coisa que me disse e quando concordou em irmos embora, dei um último beijinho à minha irmã, vendo-a esboçar um sorriso todo maroto face ao que Flora disse.
- Eu estou habituada a chateá-lo.- disse toda espertinha.- acho que consigo fazer isso.- levantei uma das sobrancelhas, olhando-a de esguelha e abanei a cabeça com um ligeiro sorriso.
- És mesmo minha irmã.- queixei-me, apertando depois a mão de Flora.- vamos embora antes que ela se lembre de querer vir connosco.- e antes que a minha irmã se metesse com ideias, apontei-lhe um dedo.- nem penses Emília.- resmunguei, ouvindo as suas gargalhadas e sem esperar mais, comecei a puxar Flora para sairmos de casa. Ainda queria ter o nosso encontro.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Flora Vasconcelos em 27.08.14 0:31

Ri-me com Em quando disse que estava habituada a chatear Finn, é claro que estava, quem é que não estava habituado a chatea-lo? Ele era a coisa mais irritantezinha e adoráv... e irritante à face da terra, era óbvio que as pessoas gostavam de o chatear para o irritar a ele. Até eu. Mostrei-lhe um sorriso todo maroto voltando a piscar-lhe o olho para lhe garantir que ela podia mesmo ir lá. Mordi o lábio quando senti o aperto da mão de Finn na minha e agarrei-me à mesma - tu ensinas-lhe as coisas e depois sofres ainda mais do que fazes sofrer - olhei-o com um sorriso dando-lhe um pequeno encontrão de cintura. Ri-me - vamos - disse adeus com a mão a Em e fui a seu lado até sair de casa. Eu nem me queria despachar da sua irmã, era mais da sua mãe, tinha medo que ela ainda se lembrasse do meu infeliz comentário. - Então... - ri-me com a ideia - gostas mais de pizza ou de comida chinesa?
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 27.08.14 23:43

Por muito que eu as picasse as duas, tinha de admitir que ficava bastante contente por já se darem tão bem, afinal de contas, era muito mais fácil se Emmy gostasse de Flora e vice versa, certo? Sim, porque esta não era, de certeza, a última vez que eu a traria cá a casa. No que dependesse de mim, esta era a primeira de muitas. Revirei os olhos com um leve sorriso enquanto as via trocarem olhares e sorrisinhos, mas decidi nem comentar, ou ainda ia sobrar para mim, como sempre. Porém, ao ouvir o comentário de Flora, tive de a olhar com um leve sorrisinho.
- Não faz mal.- respondi, encolhendo os ombros.- ao menos tenho a certeza de que lhe ensino coisas úteis.- mexi as sobrancelhas com um ar convencido.- além disso, com esta pirralha posso eu bem.- e antes que a minha irmã decidisse responder-me, aproveitei que Flora tinha concordado em irmos embora para começar a andar ao seu lado até ao lado de fora de casa. Fechei a porta de casa atrás de nós, verificando uma última vez se tinha tudo o que precisava e ia perguntar-lhe se tinha gostado de conhecer a minha irmã, o que era óbvio que sim, quando a ouvi perguntar-me se gostava mais de pizza ou comida chinesa. Soltei uma gargalhada bastante audível, visto que tínhamos demorado mais do que era previsto e encostei a minha cabeça à sua, enquanto andávamos até ao carro.- acho que prefiro pizza, não me apetece muito comer gato.- gozei, rindo-me baixinho.- além do mais, quem é que não prefere pizza? - perguntei de forma retórica com um sorriso guloso, abrindo-lhe por fim a porta para que entrasse.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Flora Vasconcelos em 02.09.14 23:41

Sorri quando ele juntou as nossas testas e ajeitei a camisa que ela tinha vestida enquanto ele pensava no que haveria de me responder. Assim que o fez, afastei-me um pouco de olhos arregalados - gato? - perguntei com uma careta só de pensar na hipótese de comer gato. Coitadinhos dos animais. Mordi o lábio inferior face à sua pergunta retórica e era suposto dar-lhe um beijo, mas afastei-me e entrei quando ele me abriu a porta. No entanto, antes que ele se afastasse, eu puxei-o pela cintura com as minhas pernas e olhei-o - eu não - respondi àquela sua pergunta, largando-o e fechando a porta, escondendo um sorriso quando ele teve que dar a volta para entrar no seu banco. Eu gostava tanto de o provocar com este tipo de coisas.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 05.09.14 14:46

- Gato.- confirmei com um aceno de cabeça e um sorriso gozão.- ou vais dizer-me que nunca ouviste nenhuma notícia sobre os hábitos dos chineses? - e nesse momento a minha expressão passou de gozona para bastante séria, como se acreditasse plenamente no que tinha acabado de dizer. Já tinha ouvido alguma coisa sobre os hábitos alimentares deles, sim, mas isso não queria dizer que acreditasse neles. De qualquer das formas, era sempre bom gozar com ela. Encostei-me ligeiramente à porta, enquanto esperava que ela entrasse, e ainda pensei que me fosse beijar, no preciso momento em que se aproximou mas, como seria de esperar, isso não aconteceu. Revirei os olhos de forma discreta, pronto para me ir sentar, mas não tive tempo de o fazer, visto que Flora me puxou para perto dela pelas pernas. Levantei ligeiramente as sobrancelhas, mas rapidamente me passou a admiração..afinal de contas, não é todos os dias que se tem umas pernas daquelas à volta da nossa cintura. Baixei o olhar para elas, não conseguindo evitar um sorriso maroto, mas rapidamente voltei a olhar para Flora, não fosse ela chatear-se. Aliás, estava tão distraído a pensar nas suas pernas (que sejamos sinceros, eram umas belas pernas) que só passados alguns minutos é que raciocinei as suas palavras.- preferes chinês? - perguntei, com ambas as sobrancelhas levantadas, vendo a porta fechar-se depois. Fiz uma pequena careta, dando a volta para me sentar no meu lugar e depois de o ter feito, olhei-a.- estás a gozar comigo, não estás Flor? - semicerrei os olhos, fazendo um olhar suplicante logo de seguida.- não podes gostar mais de chinês.- queixei-me.- és demasiado atraente para isso.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Flora Vasconcelos em 05.09.14 22:22

Ajeitei-me no banco ficando a olha-lo com cara de rapariga chata que estava chateada e arregalei os olhos ao ouvi-lo perguntou se estava a gozar com ele - oh por favor, Nick - resmunguei - eu por acaso gozo contigo? - perguntei no mesmo tom - chinês não é gato - reclamei com ele - e eu gosto muito dos meus gatos - continuei no mesmo tom mas chegou a um momento em que eu comecei a rir. - Estou a perder as minhas qualidades - abanei a cabeça passando os dedos pela minha trança e observei o caminho à nossa frente, para ver onde estávamos - é claro que eu gosto mais de pizza, em que é que não gosta mais de pizza? - revirei os olhos com um sorriso. - mas chinês, não é gato, não digas isso, coitadinhos - reclamei.
avatar
Flora Vasconcelos

Mensagens : 221
Data de inscrição : 02/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Finn Castelo em 09.09.14 12:18

- Claro que nao gozas comigo ruivinha.- ironizei mal ouvi a sua pergunta.- nem sei o que é que me passou pela cabeça para pensar sequer nessa hipótese.- soltei uma leve gargalhada, olhando-a com um arzinho adorável e irresistível e visto que já estávamos os dois dentro do carro, liguei-o para começar a conduzir para fora de casa. Quanto mais depressa chegássemos a sua casa mais depressa podíamos ficar à vontade para tratarmos da minha parte da aposta, if you know what i mean. Sorri maroto com os meus próprios pensamentos, não conseguindo não mexer as sobrancelhas, mas rapidamente tive de voltar ao meu estado normal (dentro dos possíveis), rindo-me do que Flora estava a dizer, ainda sobre os chineses.- então, se gostas assim tanto dos teus gatos, faz-lhes um favor e come pizza.- disse, com um sorriso todo espertinho, que só aumentou quando ela admitiu gostar mais de pizza.- sempre soube que não me ias fazer uma desfeita dessas.- olhei-a pelo canto do olho, com um sorriso todo guloso. Eu podia fazer muito exercício, mas morria por uma boa pizza ou um bom hambúrguer, aliás, quem é era capaz de não gostar? Quem é que se atrevia?? Era nestes momentos que tinha pena do meu maninho. Voltei a olhar para Flora, esticando uma mão até agarrar numa das suas, que estava pousada sobre o seu colo, e puxei-a para cima das mudanças, atrevendo-me a entrelaçar os nossos dedos.- pronto, eu paro de falar nos gatos.- acabei por dizer, visto que ela me pediu que o fizesse.- até porque já estou ocupado a pensar na minha bela pizza.- mexi as sobrancelhas, passando a língua pelos lábios.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Finn

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum