Últimos assuntos
» Quarto da Beca
31.01.15 20:42 por Rebeca Brandão

» Quarto da Flora
31.01.15 20:30 por Finn Castelo

» Quarto do Jack
29.01.15 22:52 por Rebeca Brandão

» Sala de estar
12.10.14 22:12 por Finn Castelo

» Sala de estar
15.09.14 15:43 por Jack Castelo

» Quarto do Finn
09.09.14 12:18 por Finn Castelo

» Sala de Jantar
16.08.14 17:34 por Rodrigo Rocha

» Sala de Estar
11.08.14 21:51 por Aimee Mota

» Quarto do Rodrigo
04.08.14 13:18 por Aimee Mota

Parceiros
     
Para fazeres parceria basta mandares mp a uma das Admin's com uma imagem ilustrativa ao teu fórum. 

Quarto do Jack

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 02.02.14 23:11

Relembrando a primeira mensagem :

avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 20.06.14 22:35

- Como já nãos nos víamos há muitas horas, decidi pôr-me ainda mais sexy, só para ti.- gozei, fazendo uma careta quando senti o peso do seu corpo sobre o meu, e acabei mesmo por revirar os olhos com um sorriso, deixando que se abraçasse a mim. A verdade era que eu já sentia mesmo saudades dele, estava habituado a passar os dias todos com ele atrás, e ainda que cada um de nós tivesse a sua vida, era estranho não o ter sempre por perto. Coisas de gémeos.- foi a gaja que te ensinou esse provérbio? - perguntei, esticando uma mão até o conseguir despentear.- estou a ver que tiveste uma noite muito produtiva.- sorri maroto, voltando a sentar-me assim que ele saiu de cima de mim.
Revirei os olhos, assim que ouvi o seu suspiro propositado, quando falou na Flora, e dei-lhe um leve murro no braço, mas sem força, não o queria aleijar. Sim, porque eu tinha um braços muito fortes e musculados, acho que a Flora tinha reparado nisso ao agarrar neles. Sorri maroto, ao lembrar-me disso, mas logo me voltei a concentrar no que Jack dizia.- e vou ter um segundo encontro dentro de pouco tempo.- respondi, mexendo as sobrancelhas de forma frenética, mas logo fiquei sério ao perceber que ele estava a conseguir desviar a conversa.- mas isso agora não importa.- disse, arregalando os olhos logo de seguida.- quer dizer, importa.- assenti.- mas não vamos falar sobre mim agora, eu pedi-te pormenores.- olhei-o, voltando a semicerrar-lhe os olhos, acabando por revirá-los quando o ouvi dizer que nem sequer tinha pensado em mim.- eu só te desculpo porque devias estar demasiado ocupado.- resmunguei.- porque, caso contrário, não existe outra razão para não te lembrares do teu irmão gémeo favorito.- fingi-me ofendido.- ainda por cima quando ele é tão irresistível como eu.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 20.06.14 22:46

Olhei para ele com um revirar de olhos e fiz uma cara toda gozona - AH AH AH - fingi uma gargalhada com cara de carneiro mal morto -  foi a Flora que te ensinou a dizer provérbio? - mudei repentinamente a expressão para mais sério e abanei a cabeça, dando-lhe uma chapada na cabeça, até porque ele me estava a despentear. Ri-me do que ele disse - na verdade, tudo o que eu fiz de produtivo foi dormir. - ri-me. Ainda bem que tinha adormecido, caso contrário nenhum interesse dela por mim iria ser revelado e eu ia apenas dormir na minha cama... Numa vida infeliz.
Olhei-o mais atento quando me deu um murro no braço e dei-lhe outro  no ombro ouvindo-o dizer que tinha um segundo encontro - PRONTO! O segundo encontro - sentei-me na cama rindo - o segundo encontro é tudo. - olhei-o como que a dizer que sim, ela ia convida-lo a entrar. Ou então não, a miúda era meio esquisita. Revirei os olhos por querer mais pormenores da minha noite de ontem. - Queres mesmo saber não é? - perguntei - Aconteceu-me a coisa mais louca que pode acontecer. Fui tão perseguido pelos paparazzi que cheguei ao ponto de ter que pedir ajuda à primeira pessoa que me apareceu. Calhou-me uma jornalista. Dormimos, comemos e eu tenho dois "encontros" - fiz aspas com os dedos para que ele percebesse que não era o tipo de encontro que ele tinha com a Flora.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 20.06.14 23:47

Ao ouvir a sua gargalhada, seguida da sua pergunta, se Flora também me tinha ensinado provérbios, eu limitei-me a mostrar-lhe um sorriso maroto, encolhendo os ombros logo de seguida.
- Eu prefiro que ela me ensine outro tipo de coisas.- gargalhei, ainda com o meu sorriso e acabei por me deixar cair para trás, colocando as duas mãos atrás da cabeça. Levantei ambas as sobrancelhas, assim que ouvi o meu irmão dizer que a única coisa que tinha feito fora dormir, e desviei o olhar na sua direcção, abanando a cabeça.- depois disso, não digas a ninguém que és meu irmão, estou a falar a sério.- revirei-lhe os olhos, esticando uma mão até lhe dar um chapada na testa.- estiveste com uma rapariga gira e a única coisa que fizeste foi dormir? - resmunguei.- não aprendeste nada comigo durante estes 19 anos de coexistência? - continuei a falar, como se o que Jack fizera fosse uma coisa muito grave, o que até era.
Desatei a rir, assim que ele deu a entender que no meu segundo encontro eu já ia conseguir o que queria, e acabei mesmo por encolher os ombros.- eu não me importo de esperar.- murmurei, espetando-lhe logo um dedo em frente da boca.- nem te atrevas.- murmurei, antes que pudesse dizer fosse o que fosse. Voltei depois a sentir, quando percebi que me ia finalmente contar o que tinha acontecido com ele, e mantive-me em silêncio até acabar.- pelo menos os paparazzi serviram para alguma coisa.- revirei os olhos. Cada vez menos gostava deles e do seu trabalho sujo.- ela era gira? - perguntei logo, visto que era isso que interessava, e os meus olhos arregalaram-se mal o ouvi dizer que ia ter duas espécies de encontros.- tu conseguiste dois encontros numa noite? - quase que guinchei.- eu demorei anos a conseguir um e tu arranjas logo dois de uma vez? - abanei a cabeça.- tens de me contar o teu segredo maninho.- disse, deitando a cabeça no seu ombro.- para o bem da nossa irmandade.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 21.06.14 0:03

Revirei os olhos quando ele disse o que eu já sabia que ia dizer por causa de ter dormido em vez de ter "agido". - Meu, estava lá a mãe dela, ela é tipo... não sei, ela disse que ela tinha um problema qualquer, já não me lembro, se fizesse alguma coisa com ela era simplesmente... sad. - disse com uma careta - para além do mais ela não mostrou grande interesse no início - olhei para o papel que tinha o número dela e apontei para ele - mas parece que isso mudou, acho que ela ficou a ver-me a dormir e percebeu que tenho cara de anjinho. - disse com um sorriso inocente.
 -Sim, ainda bem que eles vieram todos atrás de mim, porque se te tivessem encontrado a sair uns minutos antes de mim, tinham ido atrás de ti e o teu encontro com a Flora estaria arruinado. - disse tocando-lhe com um dedo no peito como se tivesse sido eu o bom da fita e o tivesse salvo da tragédia. Levantei as sobrancelhas quando me perguntou se era gira - é preciso mesmo perguntar isso maninho? Eu não sou como tu que tens mau gosto - levantei ambas as mãos - acertaste na Flora como é óbvio. -  sim, porque ela era mesmo mais bonita do que todas as outras que ele já tinha estado. Também não tinha visto todas, não é... porque também estive ocupado, claro. Vi-o arregalar os olhos com o que eu tinha dito e não tinha percebido o seu espanto até ele falar. Sorri assentindo com a cabeça - claro - disse como se fosse muito bom - o segredo é seres perseguido por paparazzi e fazer apostas.
-Jackson Miguel! Não me faças ir aí a cima.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 21.06.14 0:45

- És capaz de ter razão.- murmurei, assim que o ouvi dizer que a mãe da tal rapariga estava lá e que, ainda por cima, tinha alguma doença.- algo me diz que acabaste de ser salvo pela mãe.- dei-lhe um leve encontrão.- sendo assim, já te aceito de novo como meu irmão.- soltei um leve gargalhada, passando de seguida ambas as mãos pelo cabelo, numa tentativa de o levantar. Voltei depois a olhar para o meu irmão, quando ele disse que rapariga não lhe achava piada ao início, e acabei mesmo por me rir com o que ele disse.- oh sim, aposto que o teu ressonar é uma coisa bastante encantadora de se ouvir.- gozei-o. Estiquei-me até à sua almofada, abraçando-me à mesma e o meu sorriso rapidamente desapareceu assim que percebi que o meu encontro poderia ter sido arruinado pelos paparazzi.- é bom que eles não se lembrem de me seguir quando eu voltar a sair com ela.- resmunguei.-ou eu juro que dou cabo deles todos se o fizerem! - continuei a falar num tom aborrecido, e mais aborrecido ia ficar quando Jack disse que eu tinha mau gosto, não tivesse ele dito que Flora era uma excepção.- eu não tenho mau gosto.- revirei os olhos.- nem tu tens melhor gosto do que eu.- atirei-lhe com a almofada à cabeça.- nós somos iguais, lembraste? - sorri espertinho, por saber perfeitamente que o facto de sermos gémeos não tinha nada a ver e ia responder ao que me disse depois, quando ouvi a nossa mãe chamar por ele. Arregalei os olhos.- ela acabou de te chamar pelo segundo nome? - arregalei-os ainda mais.- estás tão lixado maninho.- disse, esticando uma mão até lhe dar um palmadinha reconfortante no ombro.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 21.06.14 1:06

-Pára de mexer no cabelo não estás a tentar impressionar a Flora - estiquei as mãos despenteando-lhe o cabelo para o chatear e ri-me, o meu passatempo favorito quando não tinha mais ninguém para chatear era mesmo chatea-lo a ele. - aqui quem ressona não sou eu de certeza - reclamei dando-lhe um empurrão ficando paradinho depois de se ter abraçado à minha almofada, mais sério - Eu se fosse a ti começava a avisa-la - encolhi os ombros - às vezes as pessoas esquecem-se, assim ela sempre fica a contar. - aconselhei com uma expressão muito séria, porque desta vez estava mesmo a falar a sério! Ri-me do mau humor de Finn por ter dito que ele tinha mau gosto, aliás, ri-me mais por dizer que éramos iguais - Ai somos? Só somos iguais quando te convém - mandei-lhe a almofada de volta.  Ia deitar-me de novo, mas acabei apenas por revirar os olhos ao ouvir a nossa mãe tendo que me sentar na cama. Olhei Finn assim que recebi a sua palmada de reconforto - ela está chateada por ainda não ter tomado as minhas drogas - comentei mostrando logo de seguida um sorriso - sou o único que tem que tomar drogas nesta casa  - falei dramaticamente, porque óbvio que aquilo não eram drogas. Levantei-me esticando uma mão, ficando a apontar para a minha cama - põe-me a cama como estava. - mandei visto que já estava toda desfeia.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 21.06.14 1:20

Revirei-lhe os olhos assim que o ouvir reclamar comigo por estar a mexer no cabelo.- eu não mexo no cabelo só para impressionar a..Jack! - e foi a minha vez de reclamar assim que senti a sua mão a despentear-me. Agarrei-lhe na mesma, afastando-a do meu lindo e precioso cabelo e tive de passar de novo a mão pelo mesmo.- eu não tenho culpa que o meu cabelo seja mais bonito do que o teu e que tu tenhas inveja.- encolhi os ombros.- chama-se genética caro irmão.- gozei, mostrando-lhe um sorriso todo vitorioso que rapidamente desapareceu assim que ele ficou mais sério, dizendo-me que eu devia avisar Flora em relação aos paparazzi. E, uma vez que estávamos a entrar numa conversa mais séria, eu resolvi responder de forma igualmente séria.- eu tenho medo que, se a avisar ela se assuste e não queira mais sair comigo.- admiti, encolhendo os ombros.- tu sabes como ela estava sempre a mandar-me à cara o que eles escreviam sobre mim nas revistas, tenho a certeza de que ela passa a odiar-me se alguma vez aparecer numa, ainda que a culpa não seja minha.- encolhi ligeiramente os ombros, acabando por colocar a almofada a que estava abraçado debaixo da cabeça. Desviei o olhar para a porta, sabendo que a nossa mãe poderia entrar a qualquer momento, se Jack não se despachasse e acabei mesmo por me rir com as parvoíces que ele dizia, incluindo a de eu lhe arrumar a cama.- eu acho que não tomares as tuas drogas te está definitivamente a afectar o cérebro.- gozei, visto que não fazia a mínima intenção de lhe arrumar a cama, pensava que ele já me conhecia.- mas tudo bem maninho, eu vou ter consideração pela tua tentativa, eu prometo.- ri-me, fazendo-lhe adeusinho com a mão.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 21.06.14 13:35

Soltei uma gargalhada de gozo e sentei-me de novo na cama que já estava toda desfeita como se tivesse passado a noite lá. - Chama-se genética e é por isso que somos clones e que somos iguais e que partilhámos o mesmo saco amniótico. Toda a gente sabe que sou o gémeo inteligente - gozei com o mesmo sorriso com que ele tinha dito que se chamava genética. Passei eu a mão pelo meu cabelo, até porque ele antes já mo tinha despenteado a mim. Agarrei em duas pastilhas atirando-lhe uma à testa, sendo a outra para mim e fiquei calado enquanto ele estava sério. Sim, isto era algo raro de se ver, mas a verdade é que nós também conseguíamos ter conversas sérias. - Eu acho que ela não é assim tão burra para pensar que tu é que tens culpa deles virem atrás de ti e muito provavelmente só tem ciúmes, ou apenas não gosta, que andes metido com todas, porque isso a culpa já não é dos paparazzi - não podia falar muito, mas eu não estava interessado em ninguém que me julgasse por andar com todas. - Por isso diz-lhe, pelo menos fica preparada para acordar de manhã e ver a cara dela estampada numa revista cor de rosa a dizer que é a tua nova namorada. Ou minha, sabe-se lá se eles sabem distinguir - levantei uma sobrancelha com o pensamento e fiz uma careta. Eu e o meu irmão sempre tivemos um código de que ninguém se interessava por quem o outro estava interessado. Era a primeira regra, quase como se fosse um mandamento!! Desviei o olhar para ele quando o ouvi rir e revirei os olhos por saber, antes dele sequer dizer alguma coisa, que ele não me ia arrumar nada. Sorri abanando a cabeça e soltei um suspiro dramático - não vais arrumar nada? - levantei-me visto que tinha que ir ter com a minha mãe. Agarrei na chave do quarto e sorri todo gozão - assim o que é que vais fazer aqui tanto tempo fechado? - perguntei fechando a porta e antes que ele conseguisse abri-la eu rodei a chave, fechando-o lá dentro. Fiz um esforço enorme para não me rir, ou para pelo menos, não ser ouvido e afastei-me da porta do meu quarto quando ouvi de novo a minha mãe a chamar-me. Desci as escadas e ao chegar à cozinha dei um beijo à minha mãe antes que ela começasse à cacetada. - Tem calma, eu estou aqui, muito bem e não era previsto dormir fora. - ela olhou-me de olhos semicerrados e olhou para cima, como se estivesse a prever alguma coisa.
-O que é que tu e o teu irmão andam a tramar? - perguntou-me antes de começar o ralhete e eu só me rir abanando as mãos.
-Nada, o Finn está a arrumar umas coisas - sorri esticando a mão para chegar ao estojo. Ela fez uma careta, não sabia se tinha acreditado ou não, mas também não disse nada. 
-Então agora explica-me porque é que passaste a noite fora e não levaste isso. Aliás, (!) até mesmo não passando a noite fora, tens que andar sempre com isso Jack, já devias saber. 
-E eu sei, esqueci-me - encolhi os ombros e já que, supostamente, Finn estava a "trabalhar" eu não fui logo para o quarto e decidi explicar à minha mãe o porquê de ter dormido fora de casa- os paparazzi ontem seguiram-me - encolhi os ombros. - Eles estão mesmo muito malucos - assenti positivamente - e como eu sou tipo um íman, porque sou bastante atraente, pedi ajuda a uma menina muito gira e...
A minha mãe susteve a respiração - Está bem Jack, não quero saber mais. 
-Oh mãe, as histórias não acabam todas assim, que cabeça perversa.  - ela semicerrou o olhar e deu-me um murro no braço, sim o Finn era tal e qual.
-Vai lá para onde quiseres e toma isso rápido - apontou para o estojo e eu sorri malandro subindo de novo até ao meu quarto. Encostei-me à porta de braços cruzados - já está tudo arrumado? -o mais provável era ele ter tido um ataque e desarrumado tudo ainda mais, mas também só queria gozar com ele.

.l.:
O que eu faço para não estudar
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 23.06.14 13:52

Quando ele começou com a conversa de menino inteligente, eu limitei-me a revirar-lhe os olhos, tapando a cara com uma das almofadas. Eu também era bom aluno, apesar de não gostar de estudar, mas ele conseguia ser muito deprimente quando começava com aquelas coisas.
- Eu não tenho culpa de preferir passar o tempo com raparigas do que com livros.- respondi-lhe, assim que disse que era o gémeo mais inteligente, e destapei a cara, apenas para que ele conseguisse ver o meu sorrisinho.- mas toda a gente sabe que, para além de ter ficado com a beleza, também fiquei com a inteligência.- encolhi os ombros, contrariando-o.- i'm Finn, the better twin, remember? - pisquei-lhe o olho, soltando uma gargalhada que logo se calou quando ele começou a responder ao que lhe tinha dito sobre Flora. Eu não queria que ela se afastasse de mim por causa da minha facilidade em aparecer nas revistas, não depois da noite que tínhamos tido. Soltei um suspiro, meio perdido nos meus pensamentos, mas rapidamente despertei assim que o ouvi dizer que ela provavelmente tinha ciúmes.- ciúmes? - sorri maroto.- achas que ela tem ciúmes? - perguntei de novo, sentando-me logo na cama e mexi as sobrancelhas de modo frenético.- nunca tinha pensado nisso dessa perspectiva.- admiti, realmente entusiasmado com essa hipótese. Agarrei na pastilha que ele me tinha mandado à cara, nem me dando ao trabalho de lhe revirar os olhos, e coloquei-a na boca, acabando mesmo por revirá-los quando colocou em hipótese os paparazzi confundirem-nos e Flora aparecer nas revistas como namorada de Jack.- eu espero bem que eles aprendam a distinguir-nos.- resmunguei.- tu já tens a jornalista.- se havia coisa que eu e o meu irmão nunca íamos fazer era roubar as namoradas um do outro, por isso, eu esperava que eles não o fizessem por nós. - de qualquer das formas.- acabei por dizer.- acho que tens razão.- encolhi os ombros, semicerrando-lhe os olhos, para que não ficasse convencido.- eu vou falar com ela.- assenti, vendo-o levantar-se e ambas as minhas sobrancelhas se levantaram também, quando o vi agarrar na chave.- o que é que estás a fazer Jack? - perguntei, começando a levantar-me, mas de nada me serviu, uma vez que ele me trancou no quarto.- a sério? - revirei os olhos.- não esperes que eu te arrume esta porcaria só por me teres trancado aqui! - gritei-lhe, para o caso de ele já não estar do outro lado, e voltei a revirar os olhos. Ainda ficava com eles tortos por causa do meu irmão gémeo deficiente. Abanei a cabeça, olhando para a sua cama desfeita, e a minha expressão aborrecida acabou por se tornar muito mais animada assim que me lembrei de algo. O mais provável era ele saber que eu iria vingar-me, já nos conhecíamos demasiado bem. Aproximei-me da sua cama, virando-lhe o colchão ao contrário e, apenas para finalizar, enchi-lhe os lençóis e as almofadas de espuma de barbear.- the sweet taste of revenge, brother.- às vezes era mais fácil expressar-me em inglês, ainda que estivéssemos em Portugal e o nosso pai fosse português, existiam certas frases e expressões que eu não sabia como dizer. Ri-me ao ver o que tinha feito e fui sentar-me na cadeira da sua secretária, até voltar a ouvir a sua voz. Esfreguei as mãos uma na outra, olhando para a porta, e encolhi os ombros, apesar de ele não ver.- porque é que não vens ver com os teus próprios olhos?
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 23.06.14 14:35

Não liguei ao que ele disse quando se começou a gabar, todos sabiam que era só para me irritar. Mandei-lhe apenas uma almofada para cima e depois de o ver ficar todo entusiasmado com o pensamento que Flora podia ter ciúmes das outras, eu fui embora, prendendo-o no quarto. Depois de falar com a mãe e ter um raspanete que não deixei ser muito grande, ao voltar para o quarto fiquei encostado à porta, mordendo o lábio quando, pelo seu tom, percebi que tinha feito merda. Ri-me passando uma mão pela cara e fiquei a olhar para o seu quarto, sorrindo com a ideia mais brilhante que alguma vez tive. Desci novamente até à cozinha sorrindo à mãe e fui buscar num frasco de nutella. - Tu não vais comer isso, pois não? - perguntou a minha mãe. Soltei um riso abafado abanando a cabeça.
-Achas? - ela olhou-me de lado mas não disse nada. Subi de novo as escadas e entrei no quarto de Finn abrindo o frasco - Oh Finny, Finny - suspirei abanando a cabeça e comecei a sujar-lhe as paredes com aquela coisa deliciosa que eu nem sempre podia comer. - Vais ter uma deliciosa surpresa - disse num tom normal, não sabendo se ele me ouvia ou não, mas também não me importei. Sujei também a porta e depois foi para a sua almofada. Depois do frasco estar gasto mandei-o para o lixo que estava a um canto. Abri a porta do meu quarto, nada pronto para o ver e lambi um dos dedos que tinha sujo de nutella sorrindo ao meu irmão - era suposto arrumares. - gozei ainda nem vendo a sua obra artística. Pelo menos não estava nada partido, pelo que conseguia ver.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 23.06.14 15:39

Quando, ao fim de alguns minutos, a porta do quarto de Jack não se abriu, eu comecei a ficar preocupado. Eu tinha ouvido a sua voz, disso eu tinha a certeza.
- Jack? - chamei, para ver se ainda estava do outro lado, mas nada, não recebi qualquer tipo de resposta. Levantei ambas as sobrancelhas, acabando também por me levantar da cadeira e aproximei-me da porta, colando o ouvido à mesma, numa tentativa de ouvir alguma coisa.- porque é que eu tenho a sensação de que ele está a fazer porcaria? - falei sozinho, conseguindo ouvir a sua voz vinda do meu quarto e revirei os olhos, abanando a cabeça.- somos mesmo gémeos.- resmunguei, mas assim que percebi que continuava a falar sozinho, endireitei-me de imediato, arregalando ligeiramente os olhos.- estou mesmo a precisar de sexo.- abanei a cabeça, prestes a sentar-me de novo quando a porta finalmente se abriu e Jack apareceu a lamber os dedos, que estavam cobertos de nutella.- tu não podes comer...- e nem precisei de acabar de falar porque, assim que consegui ver por cima do seu ombro, só não tive um ataque porque sempre fora uma pessoa com um coração muito forte!! - o que é que tu fizeste ao meu quarto, Jackson? - esforcei-me para não gritar e saí até à corredor, ficando especado em frente da minha porta, coberta de nutella.- tu desperdiçaste um pote de nutella só para me sujares o quarto? - abanei a cabeça, virando-me depois de novo para ele.- tu podes não comer, mas ainda há pessoas nesta casa que comem! - apontei-lhe o dedo, semicerrando os olhos logo de seguida, mas a minha expressão séria não durou muito mais, visto que pouco depois comecei a rir-me.- eu gosto tanto de ti maninho.- fui de novo até ao seu quarto, abraçando-o.- e espero que não precises de fazer a barba nos próximos tempos.- gargalhei, olhando para a sua cama enquanto lhe dava chapadas propositadamente fortes nas costas, mas não fortes o suficiente para o magoar, claro.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 23.06.14 15:59

Encolhi os ombros quando ele ia dizer que não podia comer nutella e continuei com um sorriso de quem tinha tramado alguma coisa, rindo-me quando ele reparou na porta. Deixei que ele passasse virando-me para lá e mordi o lábio para não me rir às gargalhadas, o que se tornou em algo quase concretizavel, quase. - Nada, só o adocei um bocadinho, vais ter uns sonhos doces nos próximos tempos, vais ver - encostei-me à minha porta ficando a ver a minha obra prima, que não era só a porta, of course! - Eu não posso... - ri-me quando ele continuou e disse praticamente o que eu ia dizer - pensa nisso como uma vingança dupla, big brother - fiquei de braços cruzados, ainda sem ver o que é que ele tinha feito ao meu quarto - e, sinceramente, até tinha medo - e abracei-o quando ele me fez o mesmo dando-lhe o mesmo tipo de chapadinhas nas costas que ele me dava. Semicerrei os olhos quando ele falou na barba e afastei-me arregalando os olhos assim que vi o estado em que a minha cama estava - A Maria vai ter muito que limpar.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 23.06.14 16:08

- Eu próprio já adoço o meu quarto, basta ser meu.- encolhi os ombros, mostrando o mesmo tipo de sorriso, que sempre mostrava quando falava bem de mim e depois de estar durante um bocado a abraçá-lo, afastei-me, deixando que visse o que lhe tinha feito ao quarto. Ri-me, assim que o vi arregalar os olhos e enfiei as mãos nos bolsos.- espero que gostes maninho, achei que a tua cama estava a precisar de um toque especial.- ri-me, dando-lhe um leve encontrão e levantei ligeiramente uma sobrancelha quando ele falou na Maria, a nossa empregada. Uma coisa que me intrigava sobre as mulheres portuguesas era que quase todas elas se chamavam Marias, quer fossem as empregadas, ou até as donas de casa. Qual era a piada de terem todos os mesmos nomes? Eu não conseguia perceber. Abanei a cabeça, fazendo uma pequena careta, mas rapidamente tive de assentir, concordando com o que o meu irmão dizia.- não te preocupes, eu depois compenso-a.- pisquei-lhe o olho. E claro que estava a gozar, porque apesar de ser simpática, a Maria era demasiado velha e, digamos que..rechonchuda para que eu pudesse, alguma vez, fazer-lhe alguma coisa. De qualquer das formas, eu adorava fazer-me de garanhão, até com as empregadas. Passei as mãos pelo cabelo, olhando tanto para o quarto do meu irmão, como para o meu e visto que nenhum de nós ia limpar aquilo, acabei por voltar a olhá-lo.- queres ir dar uma volta? - perguntei, como se não tivéssemos acabado de destruir o quarto um do outro.- acho boa ideia desaparecermos antes de a mãe ver isto.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 23.06.14 18:56

-Sinceramente, nutella é muito melhor - disse apontando para o seu quarto, para o gozar - mas eu dou-te um desconto pela originalidade - continuei. Tirei a camisola que tinha vestida, que estava cheia de nutella, para ir vestir outra e assenti à sua pergunta- claro que sim achas mesmo que vou estar aqui quando ela reparar nisto? - perguntei com um sorriso malandro e peguei nos meus óculos de sol super estilosos e na minha carteira, mais o estojo, ou a minha mãe matava-me. - Vamos dar uma volta à praia - dei-lhe um murro no ombro sem força e saí do meu quarto depois de pegar nas chaves do meu carro, porque toda a gente sabia que o meu carro era o melhor, claro.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 23.06.14 20:09

- Ao menos eu gastei uma coisa que não usas, visto que ainda és um menino.- provoquei-o, dando a entender que ainda não tinha barba e quando o vi tirar a camisola, fingi um suspiro, começando a abanar-me com uma mão.- oh meu deus Jack, não estou a conseguir aguentar.- arregalei os olhos, imitando as nossas fãs.- oh meu deus Jack, faz-me um filho! - imitei também os guinchos, mas tive de me calar assim que ele se vestiu e eu desatei a rir, da minha própria parvoíce. O que foi? Eu tinha de me divertir com alguma coisa.- agora que já me deliciei a olhar para o teu corpo escultural, vou-me vestir.- gargalhei, dando uma corrida até ao meu quarto e agarrei nas primeiras calças que encontrei, vestindo depois uma t-shirt ao acaso e calçando-me para terminar. Fui até à casa de banho, dar um jeito ao cabelo e colocar perfume e voltei para junto do meu irmão, a tempo de o ouvir dizer que íamos à praia e de sentir o seu murro. Dei-lhe uma chapada na bochecha, como resposta e enfiei os meus óculos de sol na cara, visto que também os tinha trazido comigo, colocando um braço em redor dos ombros do meu gémeo.- pronto para deixar suspiros pelo ar, maninho?
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 24.06.14 1:36

-Também gastei algo que não uso - aguerrei-lhe no queixo com um semicerrar de olhos -  olha quem fala senhor mais velho - gozei com voz grossa. Olhei para trás quando ele se começou a abanar todo e ainda fiz uma dança com o cuzinho, mas logo tirei as calças, trocando por uns calções. - se eu acedesse a todos esses pedidos sempre, tinha já tinha umas boas centenas de filhos - disse pensando bem no assunto. - Já devias ter ido, demoras sempre um ano a vestir-te - reclamei. Aproveitei que ele ainda não tinha saído do quarto para ir ver como é que estava a minha bela cara ao espelho e sorri. Estava melhor que nunca, nem parecia que tinha dormido num sofá todo torto. Brinquei com os meus óculos nas mãos e abracei o meu irmão assim que me fez o mesmo com um sorriso maroto - Pensas que estás a perguntar isso a quem? - perguntei colocando os óculos.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 24.06.14 1:48

Visto que tanto eu como o meu irmão já estávamos despachados, depois de o abraçar, comecei a puxá-lo para fora do seu quarto, sem me afastar.
- Oh claro.- gargalhei com a sua pergunta.- já me tinha esquecido que és o Jack Castelo, meu irmão gémeo.- mexi as sobrancelhas.- herdaste parte da beleza do teu irmão mais velho.- gozei, não resistindo em despenteá-lo um bocadinho, mas rapidamente afastei a minha cabeça, antes que ele se metesse com ideias.
- Onde é que vocês vão? - ouvi a voz da minha mãe, assim que descemos as escadas. Olhei-a, esboçando o meu melhor sorriso e fui com Jack até perto dela, baixando-me até lhe dar um beijo na bochecha.
- Vamos dar um passeio mãezinha querida.- respondi, vendo-a olhar-me com uma leve careta.
- Porque é que eu tenho a impressão de que vocês fizeram asneiras? É a única explicação para me tratares tão bem.- ela disse, fazendo-me arregalar os olhos logo de seguida e levar uma mão ao peito.
- Vamos embora Jack.- falei para o meu irmão, num tom de sofrimento.- já não quero viver mais nesta casa onde duvidam das minhas boas intenções.- fiz uma cara sofrida, encostando a cabeça na cabeça do meu irmão. A minha mãe riu-se, dando-me uma chapadinha na testa.
- Tenham juízo e tentem não aparecer em mais nenhuma revista. - foi a minha vez de fazer uma careta, assentindo e depois puxei o meu irmão, para sairmos de casa.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 24.06.14 2:17

Semicerrei os olhos e já que estávamos tão juntos dei-lhe uma chapada na testa[<-clica] - Vens sempre gabar-te como isso do irmão mais velho. - resmunguei tendo que afastar a minha cabeça dele por causa de estar sempre a despentear-me o cabelo - Finn!! - resmunguei passando uma mão pelo cabelo como se assim estivesse muito melhor, mas na verdade tinha ficado igual.  - mas já que vamos por aí, eu sou um milagre - comentei com um sorriso convencido - tu multiplicaste-te para dar a origem a mim - fingi estar muito emocionado e limpar uma lágrima do olho - que gentil da tua parte - ri-me. Desviei o olhar da porta da saída para a minha mãe com um sorriso inocente e tirei os óculos para a olhar. Beijei-lhe a bochecha praticamente ao mesmo tempo que Finn -espalhar charme - completei eu a resposta do meu irmão - não digas à Emmy se não ela fica amuada por não a levarmos - acabei por dizer visto que lhe tinha prometido que a levava um dia destes a passear.  - Achas? Não, o Finn é que ficou com vontade de comer nutella, por isso é que a vim buscar - encolhi os ombros com um sorriso.  Desviei o olhar para Finn com o que a mãe disse e abanei a cabeça - vês no que dá não saberes ser querido para a nossa mãe? Devias ser como eu - ri-me do seu ar ofendido dando-lhe uma festinha no cabelo que acabou por ser um empurrão leve - vamos passear se não perdemos as gajas a saírem da praia - disse todo apressado quando percebi que eram quase horas de almoçar. - Impossível - gritei à minha mãe já à saída e abri o meu jipe ao longe entrando para a porta do pendura - hoje tu conduzes e eu chateio-te - disse colocando as pernas em cima do tablier enquanto abria o meu estojo e tratava dos meus níveis.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 24.06.14 19:18

- Tu não és um milagre.- abanei a cabeça, para o contrariar.- eu é que sou o melhor irmão do mundo e decidi que a mãe precisava de dois filhos, para perceber que o primeiro é sempre o melhor.- gargalhei, piscando-lhe o olho e depois de termos descido e depois de eu me ter fingido chateado com a minha mãe, tive de me controlar bastante assim que Jack disse que me tinha apetecido nutella e que tinha sido por isso que ele a tinha vindo buscar. Como se alguma vez ele me fosse fazer um favor. De qualquer das formas, a nossa mãe não disse mais nada, o que me levou a pensar que tinha acreditado em nós, esperava eu.- oh sim, não perco as gajas em biquini por nada deste mundo.- arregalei muito os olhos, fazendo um adeusinho à minha mãe e segui o meu gémeo até ao carro, abrindo a porta do condutor mal percebi que hoje ia ser eu a conduzir.- lembra-te que se me fizeres ter um acidente, morremos os dois.- apontei-lhe um dedo, entrando no carro e agarrei nas chaves do mesmo, começando a ligá-lo depois de ter colocado o cinto.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 24.06.14 20:12

-Ainda bem que existe exceções para tudo - olhei o meu gémeo com um sorriso convencido e vitorioso.  - Então mexe-te - disse para que fossemos embora de vez, se a minha mãe não tivesse acreditado em nós ainda se metia com coisas na cabeça de ir aos nossos quartos e aí nós estávamos lixadinhos! Depois de já estar sentado no banco levei o dedo picado à boca muito sexymente e olhei para o meu irmão com um sorriso maroto - maninho, se nós morrermos morre toda a gente deste mundo - disse com um encolher de ombros e sorri ao lembrar-me de Becca e do seu número de telemóvel. Ainda hoje ia ligar-lhe para combinar as coisas para amanhã. E não só. - Despacha-te Finn, as portuguesas esperam-me - voltei a colocar os óculos de sol.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 24.06.14 20:20

Como gémeos teimosos que éramos, Jack não se calou com a conversa de que era melhor do que eu. Desde pequenos que éramos assim, estávamos sempre a picar-nos com estas coisas, ainda que, no fundo, isso não interessasse para nada. Nós tínhamos o tipo de relação que todos os irmãos desejavam ter. Quer dizer, os irmãos e os pais. Menos quando nos púnhamos a dar cabo do quarto um do outro. Mas de resto, gostávamos um do outro o suficiente para darmos cabo de quem fosse preciso. Fiz uma careta, por causa da lamechisse dos meus pensamentos e depois de Jack também ter entrado no carro, esperei que tratasse da sua medicação para depois arrancar para fora de casa. Não gostava de o ver picar-se todos os dias, mas sabia que era para bem dele.
- Sim, tens razão.- assenti, mexendo as sobrancelhas por cima dos meus óculos.- o mundo seria uma lugar terrível sem a minha presença.- ri-me, por ter a perfeita noção de que ele me ia contrariar e olhei-o pelo canto do olho, quando falou todo apressado para que eu me despachasse.- tem calma garanhão.- revirei-lhe os olhos, esticando um braço até lhe dar um leve empurrão.- pensei que tinhas ficado encantado pela tua jornalista.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 24.06.14 20:47

Desviei o olhar para O GRANDE MASTER FINNICK CASTELO quando ele só falou dele e ia atirar-lhe qualquer coisa mas acabei por só lhe dar outra pancadinha na testa. - Claro Finnick Castelo, és o maior deste mundo - disse com um tom irónico que se notava a milhas daqui. Sorri encostando-me ao banco a que estava sentado e estiquei ambas as perninhas para cima ficando a ver a vista. Ri-me depois de Finn me chamar garanhão e falar da jornalista - eu não me encanto por ninguém - disse sem saber se estava ou não a mentir. - mas que ela é gira - sorri ao lembrar-me dela, mais propriamente do seu sorriso.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 24.06.14 20:56

Apesar de saber que Jack estava a gozar comigo, soltei uma gargalhada bastante audível assim que o ouvi tratar-me por Finnick, tal como Flora fazia.
- Nem eu diria melhor.- gargalhei enquanto assentia.- sou mesmo o maior deste mundo, em todos os sentidos.- sorri maroto, apesar de não ter a certeza de que Jack conseguia ver o meu sorriso. Não estava a dizer nenhuma mentira, eu tinha um belo material. Continuei a conduzir até à praia, cantarolando uma música que tinha presa na cabeça desde ontem e estacionei o carro, ao mesmo tempo que ouvia o meu irmão dizer que não se encantava por ninguém.- elas é que se encantam por ti, não é maninho? - gozei-o, esticando uma mão até lhe retribuir a chapada na testa, revirando os olhos com o seu sorriso.- mas se queres que te diga, é a segunda vez que sorris ao lembrares-te dela.- encolhi os ombros.- deve ser mesmo muito bonita.- pisquei-lhe o olho, espreguiçando-me antes de abrir a porta para sair do carro.- levanta esse cu.- chamei-o.- as babes esperam-nos.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Jack Castelo em 24.06.14 21:23

-Sim, muito grande - voltei a repetir com o mesmo tom mas acabei por me rir, abanando negativamente a cabeça, como se estivesse a dizer que era mentira. - Claro - disse quando ele ousou usar aquele tom de gozo ao dizer que as gajas é que se encantavam comigo - porquê? Estás com ciúmes que não seja só por ti? - perguntei dando-lhe um empurrãozinho e olhei para a frente sorrindo todo entusiasmado ao ver que estávamos perto da praia. Desviei os olhos para ele semicerrando-lhe os olhos - eu estou a sorrir porque estou feliz! Não é por causa dela - encolhi os ombros e cruzei os braços ao peito. - mas ela é gira - tirei o cinto quando chegámos e saí depois dele, agarrando nas minhas coisas e ajeitando os óculos de sol na minha preciosa cara. Ao sair e fechar a porta do carro olhei em volta à espera de ver as "babes" mas a primeira coisa que vi foi mesmo a minha cara. Revirei os olhos aproximando-me de uma loja que estava ali no meio da avenida com revistas.
avatar
Jack Castelo

Mensagens : 300
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade: 19
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Finn Castelo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Finn Castelo em 24.06.14 22:28

- Elas não se queixam.- resmunguei, quando ele teve a ousadia de discordar do meu elogio ao meu menino, mas revolvi que era mesmo melhor não dizer mais nada sobre aquele assunto, eu bem sabia do que era capaz. Mostrei-lhe um sorriso todo convencido, assim que me perguntou se tinha ciúmes, e abanei a cabeça de forma confiante, encolhendo depois os ombros.- eu não tenho ciúmes.- murmurei.- eu sei que quando elas aprenderem a distinguir, vêm logo atrás de mim.- baixei ligeiramente os meus óculos, para que ele pudesse ver o meu piscar de olho e soltei depois uma leve gargalhada, trancando o carro mal ele saiu também. Abri a boca, pronto para lhe dizer que o conhecia e que sabia que estava a pensar na sua jornalistazinha, mas ele não me deu tempo disso, visto que se começou logo a dirigir até a uma loja que tinha várias revistas afixadas à porta. Juntei ligeiramente as sobrancelhas, não percebendo aquele seu súbito interesse por revistas, mas assim que cheguei ao pé dele e vi a sua cara estampada na maioria delas, tudo fez sentido. Era sempre a mesma merda.- pensa positivo maninho.- pousei uma mão sobre o seu ombro.- ao menos foste fotografado ao lado de uma gaja gira.- disse, desviando depois o olhar para a cara da jornalista.- que é mesmo muito gira.- assenti, arregalando ligeiramente os olhos.
avatar
Finn Castelo

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/02/2014

+ Info
Idade:
Estado Civíl: Casado
Cara-Metade: Jackziho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto do Jack

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum